• 01 MAR 19
    • 0
    Os cuidados no Carnaval

    Os cuidados no Carnaval

    Os dias seguidos de caminhada e dança atrás das fanfarras ou do trio elétrico tornam o carnaval uma verdadeira maratona. Mas, o ritmo intenso da festa não desestimula nem mesmo os mais sedentários. Para quem não pratica atividade física há algum tempo e ainda assim não quer perder nenhum dia até a quarta-feira de cinzas, a orientação é iniciar o condicionamento físico pensando na folia de momo do ano que vem. Atividades leves como caminhada ou ciclismo são opções sugeridas pelo baixo impacto e por fortalecerem o complexo articular formado por ligamentos, tendões, músculos e ossos dos Membros Inferiores.

    os-10-melhores-tenis-para-caminhada-em-2018-photo173173136-44-6-2d

    Mas existem aqueles foliões que mesmo estando fora de forma e sem as consultas em dia resolvem não esperar o próximo ano e se entregam a folia mesmo sem os cuidados preventivos necessários (rotina de atividade física e consultas com cardiologista e ortopedista). Para diminuir os riscos de sobrecarregar pés, pernas e joelhos; a lista de cuidados do folião deve incluir a realização de alongamentos ao sair de casa – para aquecer os músculos e as articulações – e a escolha do calçado certo, isto é, adequado para a absorção de impactos. Aquela parcela do público feminino que não abre mão do salto alto em pleno carnaval devem ter cuidado redobrado , infelizmente a beleza do salto alto não combina com a diversão na avenida (prejudicam o equilíbrio e aumentam a possibilidade de quedas e, consequentemente, das entorses). Os tênis são a melhor opção para o carnaval, porém evitem os mais novos, pois eles ainda estão muito duros e produzir bolhas e-ou calos, se tiver como escolher um modelo com amortecedor, melhor.

    Bloco-da-Pracinha-Rio-de-Janeiro-carnaval-para-criança

    A sobrecarga gerada por horas subsequentes caminhando, dançando ou simplesmente de pé pode resultar em problemas ortopédicos muito frequentes nessas situações, como: entorses, lesões ligamentares, contusões e até fraturas. Esses danos decorrem do aumento da tensão exercida nas articulações do Membro Inferior causada pela fadiga muscular. Por outro lado, o consumo de bebidas alcoólicas e a baixa ingestão de água durante o percurso do desfile, além de favorecer a desidratação podem causar o inchaço dos membros inferiores, sobretudo, em pessoas que já apresentam problemas de varizes. Como a marca do período é alegria e descontração, a prudência na ingesta de bebidas e alimentos, evitando os exageros e desgaste do organismo, bem como a escolha de roupas e acessórios leves e confortáveis, tornam o folião melhor preparado para enfrentar o calor e os dias de festa, sem ter a diversão interrompida por dano físico.

    alcool-carnaval

    A combinação de álcool e direção é um dos fatores responsáveis pela elevação no número de atendimentos feitos nas Emergências em Ortopedia e Traumatologia. Os casos de entorses, contusões e fraturas causados por quedas também aumentam neste período. A mistura Álcool e Direção deve ser evitada e o uso do álcool no Carnaval deve ser feito com Cuidado e Responsabilidade.

    Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby featherDeixe um Comentário →

Deixe um Comentário

Cancelar Comentário

Photostream

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather