• 26 AGO 16
    • 2
    Febre Chikungunya

    Febre Chikungunya

                A Febre Chikungunya (ou chicungunha) é uma doença viral transmitida pela picada de um mosquito, no Brasil o Aedes aegypti. Seu nome vem da língua da Tanzânia makondée que significa “doença do homem curvado” ou “doença quebra-ossos”. Refere-se à atitude da pessoa infectada que sofre de dor aguda nas articulações e é obrigada a adotar uma postura curvada.

    3043f9210a500e7e54b8461d2195e753

                A Chikungunya é causada por um arbovírus muito semelhantes ao da Dengue em suas estruturas. A doença é transmitida por mosquitos fêmeas do Aedes aegypti, que também é responsável pela transmissão da Dengue e do Zika. Quando um mosquito pica uma pessoa infectada com Chikungunya, ele é capaz de carregar o vírus e transmitir para um indivíduo saudável através da picada. A doença geralmente se manifesta de 4-7 dias após o contágio, a um período que pode se estender até 12 dias. Isto significa que pode demorar um período de 12 dias entre o momento em que uma pessoa é mordida por um mosquito e o aparecimento dos primeiros sintomas, cerca de 95% dos indivíduos afetados pelo vírus irá manifestar os sintomas da Febre Chikungunya.

     Sintomas

                A Chikungunya é caracterizada por dor articular aguda; como nos ombros, punhos, mãos, joelhos ou pés. Estas dores fazem com que o paciente adote uma posição deitada e parada por muitas horas, limitando-o em suas atividades diárias. As dores são frequentemente acompanhadas de um surto de febre (acima de 39°C), dores de cabeça e manchas vermelhas na pele; ás vezes podem ocorrer sintomas gastrointestinais, estes sintomas aparecem de repente. Ressalta-se que as crianças com Chikungunya raramente se queixam de dor nas articulações, entre eles a manifestação da doença se assemelha geralmente uma simples gripe. Na maioria dos pacientes, os sintomas de Chikungunya melhoram após duas a três semanas.

     Diagnóstico

                Se você suspeita de Febre Chikungunya, vá direto ao hospital ou clínica de saúde mais próxima. O diagnóstico deverá ser feito por meio de análise clínica e exame sorológico (de sangue). Para diferenciar a Febre Chikungunya da dengue e zika, outros exames podem ser feitos.

     Tratamentos

                Ainda não existe um tratamento específico para curar a Chikungunya. O tratamento consiste em reduzir os sintomas com medicamentos analgésicos, antipiréticos e uma ingestão de fluidos para lutar contra a desidratação do paciente. Algumas vezes os sintomas podem persistir por mais de 6 meses, nestes casos podemos usar medicamentos específicos para artrite.

    As manifestações cutâneas e febre muitas vezes desaparecem depois de alguns dias, embora a dor nas articulações possa durar várias semanas. Para recuperar mais rapidamente suas funções motoras, o paciente pode realizar sessões de fisioterapia.

     Dieta e Cuidados

                Recomenda-se os alimentos ricos em magnésio para fortalecer o sistema imunológico. Reidratação é muito importante, para compensar a perda de líquidos devido à febre e a sudorese.

    O repouso é também benéfico, porque permite a regeneração do corpo.

     Dicas

                 A chikungunya vem da picada de mosquitos Aedes aegypti, a prevenção da doença baseia-se, portanto, na remoção do habitat dos mosquitos: por volta de sua casa, certifique-se de remover a água parada, que são as áreas onde fêmeas põem os ovos. Estes locais incluem lonas ou pneus espalhados no quintal, recipientes ou vasos abandonados no lixo de jardim, calhas e canos de drenagem.

    Afeto-de-Mãe-chikungunya-1

     

    facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby featherDeixe um Comentário →
  • Postado por Felype Lopes on 1 de setembro de 2016, 07:42

    Bom dia Dr Márcio!
    Tenho um filho de 7 anos que é campeão estadual de karatê, ele está classificado para disputar a etapa nacional da modalidade que será realizada em Salvador, entre os dias 10 e 13 de novembro. Gostaria de saber como posso solicitar uma ajuda à clínica Maior, para contribuir com nossas despesas neste evento, como passagens aéreas, estadia, alimentação, etc.

    Responder →
    • Postado por Clínica Maior on 5 de setembro de 2016, 08:08
      em resposta à Felype Lopes

      Bom dia,

      Nós da Clínica Maior sempre que possível ajudamos ao esporte de nossa cidade e região.
      Precisamos de algum contato pessoalmente.
      Procure vir a clínica e conversar, o que estiver ao alcance da Clínica será feito.

      Responder →

Deixe um Comentário

Cancelar Comentário

Photostream

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather