• 13 SET 19
    • 0
    Artrose do Ombro

    Artrose do Ombro

    A Artrose, também conhecida por osteoartrose – osteoartrite – artrite, é uma doença que ataca as articulações, promovendo, o desgaste da cartilagem que recobre as extremidades dos ossos, também danificando outros componentes (como ligamentos, membrana sinovial, líquido sinovial, etc). A cartilagem articular tem por função promover o deslizamento, sem atrito, entre duas extremidade ósseas durante o movimento de uma articulação. A Osteoartrose, Osteoartrite ou simplesmente Artrose do Ombro é uma doença caracterizada por um desgaste da cartilagem que recobre os ossos da cabeça do úmero e da glenoide (escápula). Seu comprometimento pode gerar dor , inchaço e limitação funcional. Ombros com movimentação adequada e sem dor precisam de superfícies recobertas de cartilagem saudáveis, lisas e bem lubrificadas.

    A maioria dos casos de artrose não tem uma causa conhecida e são chamadas de artroses primárias. Provavelmente fatores genéticos pouco conhecidos ocasionam o desgaste da articulação. Também temos os casos onde conhecemos as causas (secundárias): fraturas prévias, doenças reumatológicas, a osteonecrose (infarto ósseo), lesões grandes e crônicas do Manguito Rotador (tendões do ombro, que podem desenvolver um desgaste chamado de artropatia do manguito rotador, que falaremos em um outro tópico).

    artrosedoombro01

    Os sintomas da artrose são a dor nas articulações ( que geralmente piora no final do dia), inchaço (edema), calor local, rangidos (crepitação) e limitação dos movimentos. A rigidez articular também pode ocorrer após longos períodos de inatividade sem movimentar o ombro. Alguns fatores podem aumentar o risco de osteoartrose, entre eles: idade (aumenta com o envelhecimento), sexo (mulheres são mais propensas a ter), deformidades ósseas, lesões nas articulações (ferimentos que acontecem na prática de esportes ou em acidentes), obesidade, algumas doenças (diabetes, hipotireoidismo, artrite gotosa, reumatismos, etc). A artrose piora progressivamente com o tempo, e não existe cura. Mas os tratamentos podem retardar a progressão da doença, aliviar a dor e melhorar a função articular.

    4-1170x568

    O diagnóstico é feito através do exame físico do paciente, associamos exames de imagem (como a Radiografia, Tomografia Computadorizada ou Ressonância Magnética) para no auxílio do diagnóstico e orientação da conduta adequada, e em alguns casos exames laboratoriais (para investigar patologias reumatológicas associadas).

    artrose_ombro_3

    A Artrose do Ombro é uma doença de evolução contínua, não conseguimos impedir sua progressão, entretanto algumas medidas podem prevenir a evolução acelerada (fortalecimento e alongamento dos músculos do ombro, restrição de atividades repetitivas, postura e movimentos adequados, etc). Inicialmente fazemos o tratamento com medicação e fisioterapia; entre as medicações usamos os analgésicos, anti-inflamatórios, anti-artrósicos, colágenos e medicamentos que formam ou dão sustentação ao colágeno. A cirurgia é indicada quando os sintomas não melhoram com as medidas não cirúrgicas descritas acima. Em casos que apresentam mais dores e menores desgaste, ou em pacientes mais jovens, pode ser indicado o tratamento por artroscopia, para a realização de uma “limpeza articular”, visando a melhora dos movimentos e das dores. Nos casos onde a articulação está mais desgastada e os pacientes possuem mais idade a substituição do ombro pela Prótese de componentes metálicos está indicada. Existem diferentes tipos de prótese e cada uma com suas indicações especificas: prótese tipo resurfacing, prótese parcial, prótese total ou convencional e prótese reversa.

    download

    Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby featherDeixe um Comentário →

Deixe um Comentário

Cancelar Comentário

Photostream

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather