• 17 FEV 17
    • 0
    Crossfit

    Crossfit

    O crossfit é a atividade física do momento, praticado por homens e mulheres, consegue resultados animadores para seus praticantes. Criado em 2000 na Califórnia-EUA, incorpora elementos de várias modalidades com o objetivo de condicionamento físico devido a parte aeróbica do mesmo associado a hipertrofia muscular. Mas devido ser uma atividade tão recente possui alguns assuntos polêmicos envolvendo seu nome, e talvez o maior deles seja em relação a lesões, muitos alertam os praticantes para evitarem problemas. Para tentar orientar os praticantes e tirar algumas dúvidas sobre as lesões no ombro comuns no crossfit, vamos dar algumas orientações e dicas aqui em nosso site.

    crossfit.baseline.2

    As lesões do ombro são as mais comuns na prática do Crossfit, segundo trabalho publicado em 2014 no Orthopaedic Journal of Sports Medicine (OJSM) por pesquisadores da Universidade de Rochester (NY / EUA), que avaliou 386 praticantes de crossfit para tentar determinar os padrões mais comuns de lesões, de acordo com o trabalho o ombro foi a articulação mais lesionada (decorrente dos movimentos baseados na ginástica olímpica), seguida da coluna lombar (por consequência dos movimentos para levantamento de peso).

    O mesmo trabalho mostrou que o envolvimento direto do treinador com os alunos foi determinante para a prevenção e a redução do índice de lesões. Outra recomendação importante para a prevenção de lesões no ombro é executar os movimentos com a técnica correta, com incremento gradual da carga sobre os membros superiores e, consequentemente, sobre os ombros. Ou seja, a prática de exercícios deve ser, sempre, supervisionada.

    Recomendações

    Não custa lembrar que a prescrição de qualquer exercício deve ser individualizada, de acordo com as limitações a que cada praticante esteja sujeito, sejam elas decorrentes da idade, sexo ou doenças ortopédicas apresentadas. Sendo assim, uma recomendação importante é procurar um local com instrutor certificado e capacitado, que esteja apto a orientá-lo adequadamente quanto à técnica correta para a execução dos movimentos.

    Mesmo tomando-se cuidados, o excesso de carga e de potência, característicos do crossfit, podem levar ao surgimento ou agravamento de lesões pré-existentes. Dessa maneira, uma outra recomendação importante é a de não negligenciar os sinais e sintomas que o corpo nos dá.

    HeaderBG1

    Caso surjam sintomas ortopédicos persistentes como dores, desconfortos ou sensação de que a articulação está instável (está solta ou parece que quer se deslocar), seja antes, durante ou após a atividade, é fundamental que se interrompam os exercícios e que se procure um médico ortopedista. O médico poderá realizar uma avaliação mais precisa das queixas, solicitar exames complementares (caso necessários) e orientar sobre o melhor tratamento a ser realizado e sobre quais os exercícios mais adequados para a condição apresentada.

    O Crossfit é um sistema de treinamento que exige muito do sistema osteoarticular e da musculatura, é importante que os praticantes tenham consciência disto e saibam se preparar para esta carga que será demandada.

    Para finalizar lembrem sempre desta frase: bom senso e canja de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

    facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby featherDeixe um Comentário →

Deixe um Comentário

Cancelar Comentário

Photostream

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather