• 03 NOV 14
    • 0
    Prótese do Ombro

    Prótese do Ombro

    A artroplastia (ou prótese) de ombro é pouco difundida na sociedade, porém foi descrita pela primeira vez em 1894 por Péan, desde então muito se estudou, o que possibilitou o desenvolvimento de melhores materiais para próteses de várias articulações, inclusive a do ombro. A prótese nada mais é do que a substituição de uma articulação com artrose (desgaste) ou fratura por uma nova articulação. Articulação é uma “junta” formada pelo término de dois ou mais ossos, os quais estão unidos por tecidos resistentes (ligamentos, cápsulas, etc).

    Existem alguns tipos de próteses de ombro (parcial, total ou reversa), cada um deles com indicações precisas para obtenção de melhores resultados.

    O objetivo da cirurgia é aliviar a dor na articulação causada pelo desgaste da cartilagem ou a substituição do úmero proximal (ombro) em fraturas graves (sem chance de reconstrução do mesmo), com uma boa mobilidade do ombro ao final do tratamento. A dor na articulação pode ser tão severa que o paciente prefere não usar a articulação afetada, enfraquecendo os músculos que a circundam e ocasionando maior dificuldade ainda na movimentação da mesma.

    O diagnóstico e a indicação da cirurgia devem partir de um exame médico bem realizado, alguns testes de laboratório, radiografia simples e em alguns casos poderão ser utilizados outros exames de imagem, como Ressonância Magnética ou Tomografia Computadorizada; estas condutas demonstrarão a extensão do dano articular e da fratura, indicando a necessidade ou não do procedimento.

    Fale ao seu ortopedista sobre qualquer condição médica que possa afetar a cirurgia. Artroplastias são cirurgias bem sucedidas em mais de 90% dos pacientes, quando realizadas por profissionais preparados. Esses resultados são obtidos até nas condições mais adversas, como descrito em vários trabalhos da literatura mundial.

    Reabilitação é uma palavra chave no resultado final, tão importante quanto o procedimento cirúrgico propriamente dito; devendo toda equipe (cirurgião, paciente, familiares e reabilitador) estarem unidos em prol de um único objetivo.

    Informe-se sobre o profissional que realizará seu procedimento, ele é fundamental no sucesso de seu tratamento. A internet hoje é uma importante fonte de informações, acesse sites relacionados ao assunto (abaixo listaremos alguns). Procure informações com outros médicos e amigos sobre as clínicas que oferecem as melhores condições para o tratamento e para sua reabilitação, verifique a formação acadêmica dos profissionais envolvidos no seu tratamento.

    Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby featherDeixe um Comentário →

Deixe um Comentário

Cancelar Comentário

Photostream

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather